fbpx

Marketing Médico: o que preciso saber?

A primeira coisa que é preciso saber ao falar-se de Marketing Médico é que este se destoa bastante do que conhecemos enquanto marketing convencional. O marketing médico não tem nada a ver com as propagandas nada sutis durante os programas de televisão ou os intervalos comerciais!

Mas por que é diferente?

A principal distinção se dá no fato de que a medicina não possui clientes, mas sim pacientes! E, por conta disso, trata-se de uma questão ética evitar o sensacionalismo, a autopromoção e a mercantilização da saúde!

Para que a publicidade seja eficaz e esteja de acordo com o Conselho Federal de Medicina, é fundamental seguir a Resolução CFM 1974/11 e as outras determinações que dizem respeito a divulgação do trabalho médico estabelecidas pelo órgão.

Começando do princípio: o que é marketing médico?

O Marketing Médico busca encontrar as pessoas que precisam ser atendidas por você, na sua clínica ou consultório, através de estratégias de marketing em ambiente virtual, assim pode-se utilizar redes sociais, e-mail marketing, video marketing, etc! 

É importante ressaltar que o marketing médico não se resume apenas a conseguir captar pacientes, pois engloba também o atendimento e o pós-atendimento.

De que forma o marketing médico acontece?

O desenvolvimento das estratégias de marketing médico depende do objetivo que se tem. Por exemplo, se você é um médico dermatologista com uma clínica que executa transplantes capilares e quer se tornar referência no seu estado, existem vários caminhos a serem traçados, como: ter uma assessoria de imprensa que use rádios, jornais e programas televisivos como meio de divulgação de informações; capacitar a equipe responsável pelo atendimento na clínica; certificar que a infraestrutura e o equipamentos são adequados; contratar uma agência de marketing médico para gerir redes sociais; etc. 

Além disso, é preciso segmentar seu público-alvo: qual é o gênero, classe social, idade, sexo, ocupação, estado civil das pessoas que você atende e quer atender? A partir dessas informações, pode-se construir a sua persona, isto é, para quem seu conteúdo é direcionado.

Posteriormente, é hora de pensar na construção da identidade visual, no desenvolvimento de um site, no marketing de conteúdo, na fidelização dos pacientes e, sobretudo, em fornecer um atendimento de ótima qualidade e empático!

Dessa forma, estando atentos aos direcionamento do CFM, buscando estratégias compatíveis com o objetivo do consultório ou clínica médica e estudando as melhores formas de promover o marketing médico, é possível captar pacientes e oferecer soluções de maneira humanizada da melhor forma possível. O marketing médico é uma ferramenta principal na trajetória desses profissionais da saúde que buscam crescer e ajudar cada vez mais pessoas!

Daiane

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale conosco por Whatsapp
Enviar mensagem por Whatsapp